quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Solidão à dois

Os anos passam e a relação vai esfriando, tornando-se cada vez mais distante. Não deveria ser assim, porque a convivência deveria aproximar as pessoas não afasta-las. 
Mas, infelizmente isso acontece, pode acontecer isso por conta de que não somos iguais e as necessidades são diferentes, é aí que nos sentimos a tal solidão à dois.
Os sinais que isso acontece são bem claros, a televisão passa ser protagonista da história, a conversa não existe mais. O telefone já não toca mais como antes, se toca é para perguntar se tal conta foi paga, ou se está faltando algo que deve ser comprado no mercado, já não há mais mensagens carinhosas. O sexo, é raro, e os carinhos e mimos não existem mais. O futebol ou o papo com as amigas é mais divertido que a companhia do outro.
Isso podem ser sinais que as coisas não andam bem. É hora de reavaliar, conversar e definir, o que incomoda e o que pode ser melhorado, para essa chama de amor reavivar. Porque a partir do momento que é decidido compartilhar a vida ela tem que ser completa e feliz, claro que respeitando a individualidade de cada um.
Se sentir que o amor existe, invista, tente muito, porque o comodismo mascara e pode te levar a pensar que tudo acabou, mas pode estar apenas adormecido, acorde esse sentimento.
Agora se não tiver jeito, e alguém esta infeliz, que busque sua felicidade, porque uma relação só vale por completo é compartilhamento não divisão ou ausência.Porque não existe nada pior que solidão à dois.


Postar um comentário