sexta-feira, 18 de novembro de 2011

E por falar em saudade....

Atire a primeira pedra aquele que nunca sentiu saudade. Talvez seja um sentimento tão forte quanto o "amor", porque só sentimos falta daquilo que amamos, seja uma pessoa especial, uma época importante, ou um lugar interessante. Sentimos saudade daquilo que nos fez bem, e a recordação traz um bem estar infinito.
Só sente saudade aquele que viveu, e viveu intensamente a ponto verter lágrimas da alegria só de passar pelo pensamento aquele momento inesquecível.
Mas, existe também a saudade que dói,  essa é aquela saudade do que não foi vivido, daquilo que não dito na hora certa, do eu te amo que foi esquecido de ser falado, do lugar que queria ir e não foi, do beijo que queria dar e não deu por covardia, dos anos dourados da adolescência que ficaram mal resolvidos, das coisas que deveriam ser feitas e não foram, da cara feia em vez do sorriso, do desprezo  ao invés do carinho. Ah! isso há de ser lamentado eternamente, porque tais momentos não aconteceram, e esses momentos jamais voltaram.
Portanto, viva intensamente cada momento, se faça presente na vida das pessoas, e traga pessoas para sua vida, viva tudo com alegria e carinho, para um dia fazer parte da saudade boa de alguém.
Postar um comentário