quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

bom dia...

O dia amanheceu cheio de sol, me animo para uma caminhada, me visto com figurino apropriado, carrego sempre dois celulares, um para ouvir minhas músicas e um outro para uma eventual ligação.
Sigo meu caminho, e com olhos atentos observo os personagens desta manhã. Como de costume distribuo meu "bom dia!", a todos com quem cruzo,muitos não respondem... paciência perderam a oportunidade...mas virão outras, um dia ainda arranco o sorriso desta gente.
No caminho cruzo com uma gari, toda produzida óculos de sol, batom na boca, fone de ouvido,fazendo seu trabalho, essa sim um sorriso no rosto e um bom dia bem entusiasmado.Aí gostei.
Continuo a minha caminhada, a pista cheia, uns correndo, outros num passo apressado típico da caminhada e outros mais lentos por conta da idade, mas firmes. Acho isso muito legal, pessoas que não se enclausuram por conta da idade avançada vão lá no seu limite, mas vão.
A musica continua no ouvido dou uma cantarolada junto, isso me faz bem...adoro musica...
De repente o outro celular toca, um amigo para um bom dia!!!,me faz bem, me faz sentir querida, e necessária, e sempre uma conversa bem agradável que dá uma animada no dia. Mesmo assim a caminhada continua, minhas passadas ficam mais largas, o ritmo aumenta.
Desligo o celular e vejo a hora, minha caminhada dura exatos 50 minutos. Paro, alongo e volto para casa, o dia vai ser longo, mas já começou bem...
Talvez, quem leia estas linhas, podem até achar uma grande bobagem, eu quis com isso mostrar que cada um de nós a cada dia tem uma história a ser contada, esta só foi uma hora da minha manhã.
Imagina a narração de um dia todo, que  capitulo rico seria, e como  nenhum dia é igual ao outro, e todos os dias as historias são diferentes, isso é realmente seria interessante, talvez seja a verdadeira chave para o auto conhecimento...Eu particularmente preciso fazer isso... escrever, senão minha vida seria um tédio...é onde me acho , onde me encontro...
Postar um comentário