quarta-feira, 25 de julho de 2012

E começou a campanha...

Mal começa o dia, e na rua já ouço o alto falante do veículo anunciando o nome do candidato. Presto bem atenção no nome, que já é para risca-lo da lista, se é que vou ter uma, pouco provável que isso aconteça.Fazer isso é como pedir para um vizinho pedir a mão da moça que se namora em casamento. Na frente do meu condomínio os santinhos já ocupam lugar, deixando os funcionários com um trabalho a mais.
Esses candidatos que poluem sonoramente, e sujam a cidade a ponto de entupir os boeiros que causam enchente não merecem o voto de ninguém, quem paga esta conta somos nós.
O povo quer conhecer o candidato, saber suas propostas, o que fará pelo bairro, e se conhece realmente os problemas daquela comunidade e da cidade, e também saber sobre sua vida, se é uma pessoa idônea, se nunca se envolveu em nenhum episódio corruptível, e também se promete coisas impossíveis de cumprir. O famoso cara a cara.
Porém é raro isso acontecer, o povo ainda vota por indicação alheia, porque é amigo do amigo, porque vai favorecer a si ou alguém querido, ou vai ser comissionado em algum orgão publico se o dito cujo for eleito, ou simplesmente porque pegou o famigerado santinho na hora de ir para a urna.
Que existe gente com propostas decentes, sim, mas são raros, são justamente aqueles que se expõe a opinião  popular, aquele que procura o eleitor em busca esclarecer o que é realmente necessário para aquele local e através disso coloca suas propostas, convida para discussão em seu comitê, isso é um candidato que pelo menos deve-se dar um crédito.
Agora quanto aos barulhentos e aqueles que deixam  imunda sua cidade, façam uma gentileza, rejeitem, quem não cuida agora, não vai cuidar nunca.
Estamos cansados, devemos começar as mudanças pela nossa cidade, para que possamos ter força para lutar pelos nossos direitos ditados na Carta Magna.
Esta na hora do povo ganhar pelo menos uma. Eu não sou a dona da verdade, escrevo o que penso, e não tenho rabo preso com ninguém. Para ganhar meu voto tem que me convencer, em caso de convencimento, pode ter certeza  se eleito for, vou cobrar, e meu voto custa caro, posso ser o pior pesadelo de um candidato. Quem se habilita?

Postar um comentário