terça-feira, 10 de julho de 2012

MULHERES EMANCIPADAS I.

Não se trata de alto feminismo e sim um jeito novo da mulher seguir sua vida. Hoje a mulher é muito independente tanto financeiramente como em suas escolhas, não vive mais agasalhada sobre convenções pré estabelecidas. Essa mulher hoje é emancipada, competente, trabalhadora, estudante, muitas vezes mãe e pai, arrimo de família sem deixar de ser feminina. Foi um longo caminho mas saímos da submissão.
Mulheres como Patricia Rehder Galvão(1910-1962) , "Pagu", era um exceção aos padrões da época em que viveu, era dada a extravagâncias, fumava na rua, blusas transparentes, palavrões, tinha muitos namorados, era um escândalo para a sociedade,porém pouco se importava com essas convenções. Era de uma família conservadora, tal comportamento não era compatível.
Tornou-se musa dos modernistas. Foi escritora, poeta, diretora de teatro, jornalista.Militante política, foi a primeira mulher presa por motivações políticas no Brasil. 
Pagu foi uma das mulheres extraordinárias, depois dela surgiram diversas que foram causa de espanto e escândalo, mas foram símbolos de independência e inspiração para outras mulheres.
Somos hoje Pagus, Leilas, Dercis, somos mulheres emancipadas em busca de felicidade e em uma infinita procura de nós mesmas, porque sempre queremos mais e podemos mais, e é esta certeza que nos move.  


Postar um comentário