quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Então é Natal.

Houve um longo período na  minha vida em que o Natal era uma das datas mais esperadas. Foi um tempo em que a família estava completa, não faltava ninguém era uma festa perfeita. E como é inevitável, as peças da felicidade vão sumindo. Na minha história confesso que precocemente, isso aconteceu em um curto tempo e uma a uma as principais se foram, eu nunca fui muito festeira, mas era bom ver a alegria com que tudo era caprichosamente preparado para a Noite de Natal.

Há aproximadamente dois anos marejou de vez, não que não fosse comemorado, o sentido do Natal sempre foi lembrado, mas com menos alegria, menos entusiasmo e pouca vontade.

Este ano o Natal, vai ser comemorado, de uma forma simples, sem grande festa, mas sob um novo olhar, o meu olhar. Que talvez não seja como a maioria vê, para mim vai ser na forma de retrospectiva, do que foi até hoje, e com uma visão do que será daqui para frente. Não só o Natal como data, mas um natal diário que significa transformação, tentar mudar algo em mim e quem sabe no mundo. Uma avaliação de comportamento e postura diante da vida e o que me rodeia. Quem sabe me tornar uma pessoa melhor, mais tolerante, mais delicada.

Sempre ouvi dizer que para que um planejamento dê certo, as datas devem aparecer para seu início, escolhi essa data, para ser um divisor de águas em minha vida, uma nova fase. Tenho uma boa vida, filho, família, amigos, mas sinto que pode ser melhor, sempre pode melhorar. Vou procurar fazer desse  Natal, um dos mais proveitosos, e estender esse renascimento por todos os dias. Porque a data festiva passa, e o resto do ano há de ser vivido, e bem. 

Um Feliz Natal a todos, e que a data possa inspirar todos como me inspirou.

Postar um comentário