sexta-feira, 15 de março de 2013

HABEMUS PAPAM

O Papa Jorge Mario Bergoglio foi anunciado na última quarta feira, e adota o nome  de Francisco I, natural da Argentina. Muito está sendo dito a respeito do envolvimento na época da ditadura em seu País, e também a defensores dizendo que nunca houve nenhuma conivência com isso.

Já em seu primeiro dia como papa mostrou-se simples, e buscando uma igreja voltada para seu fim, uma Igreja voltada para os valores de Cristo, e que seja ativa.

Era esperado que o Papa fosse latino,  é onde está a maior concentração de Católicos do mundo,a Igreja, por sua vez vem sendo cada vez mais enfraquecida nestes locais.

Todos questionam os valores da Igreja e a sociedade pede que se adapte a a modernidade atual. Acredito que isso jamais vai acontecer, mesmo que aconteça o próprio católico não aceitará, é um fato cultural. Entretanto, alguns desses valores não fazem parte somente da Igreja Católica, incluem-se nesses mesmos valores as Igrejas Pentecostais, são doutrinados pela  Bíblia  seguem os ensinamentos lá contidos. 

Todavia, o Catolicismo bem como as outras igrejas, conta com o que chamam de "Livre arbítrio", que a capacidade de escolha entre o bem ou mal, certo ou errado. Enfim somos livres.

Que é necessário ter um líder, isto é fato,  mantém a Igreja viva e com credibilidade, espero que o Papa Francisco, seja modelo de caridade e que possa despertar a fé nos cristãos católicos. Que tenha um olhar especial para os povos mais oprimidos e discriminados, que faça exatamente o que o Mestre mandou "Amai-vos uns aos outros", e que propague esse ensinamento a todos  que compartilhem ou não da mesma fé, pois esse mandamento é universal.

Para quem questiona os valores, siga seu coração ou sua razão Liberom Voluntaris Arbitrium.




Postar um comentário